A reforma política

Emendas parlamentares são excrescentes. Deputados foram eleitos para fazer leis e não para se autopromoverem e se autofartarem à custa do contribuinte. É cediço que o expositor tenha o postulado epistemológico de delimitar o objeto de sua exposição. O sistema eleitoral está imbricado na reforma política, que se não resume a disciplinar a suplência dos […]

leia o post


A faxina de Dilma

Diminuir o tamanho do Estado permitiria estabelecer a ética na administração e a eficiência na gestão da coisa pública, ora inadministrável. A política no Brasil é um grande escândalo, com os significados do dicionário Aurélio: “desordem, alvoroço, escarcéu ou grave acontecimento que abala a opinião pública”. Lado outro, a palavra “dilemática” diz respeito ao que […]

leia o post


Estado falido e sindicatos

O Estado brasileiro deve se concentrar no que lhe é pertinente, abandonar qualquer atividade econômica e tornar-se eficiente, mais regulatório, menos tributador. O fisco brasileiro cobra bem, mas para devolver é ineficaz, de propósito. A Receita Federal terá o prazo de 120 dias para analisar todos os pedidos de reembolso, cancelamento, compensação, restituição e ressarcimento […]

leia o post


Discurso do Professor Alberto Pinheiro Xavier no Congresso da Abradt

Discurso do Professor Alberto Pinheiro Xavier, homenageado do XV Congresso Internacional da Abradt.

leia o post


A equação de Flassbeck

Estamos numa fase crítica da economia mundial. As três economias avançadas %u2013 os Estados Unidos, a Europa e o Japão, 70% da economia global %u2013 estão tomando o rumo da estagnação. Como não perceber o fim de um ciclo histórico e o início de outro, nesses primórdios do século 20. Analisemos os fatos. Em 1945, […]

leia o post


Desarrumando o mundo

Os Estados Unidos se meteram no Afeganistão e não ganharam nada. Desorganizaram ali o mundo e agora se vão. Foi um fracasso de milhões dólares. Sacha Calmon Lendo o Courrier International (13 a 20 julho/11), pude aquilatar e solidarizar-me com o povo afegão, pelo muito que significou a presença da coalizão ocidental, sob o comando […]

leia o post


Terror que veio do frio

Esse jovem norueguês e as células fundamentalistas por ele mencionadas são a contraface cristã de Bin Laden e da Al Quaeda, representam o mesmo que a solução final de Hitler. Noruega é o país europeu menos xenófobo. Acolhe bem a diversidade. Ali no parque arborizado, loiras de olhos azuis abraçadas com negros com inteira naturalidade […]

leia o post


A burocracia no Brasil

Somos mesmo um povo que não se levanta, se dá por satisfeito com o pouco de consideração que a burocracia lhe devota. Paula: “Prof. Sacha, o Estado brasileiro não funciona.” Respondi que disso sabia desde priscas eras. Prosseguiu minha amiga. Vou contar-lhe as minhas desventuras: “Embalada talvez pela leitura do excelente – embora obviamente romanceado […]

leia o post


Os italianos são parvos?

Será tão difícil separar o povo brasileiro do seu presidente, que reteve o assassino italiano (Battisti)? Ao que tudo indica, os italianos não são capazes de fazê-lo. Pelo menos 30% dos brasileiros têm algum sangue italiano. Depois dos portugueses, são o grupo étnico, à frente dos galegos (da região espanhola da Galícia), que mais adicionou […]

leia o post


Os preços e o campo

O comércio deita e rola com os preços altos e se apossa da renda dos consumidores com avidez jamais vista. Os analistas estão perplexos com os preços no Brasil, absurdamente altos. Não se trata de inflação, mas de carestia. Dou testemunho de preços nos Estados Unidos e na China. Em relação à China, cinco vezes […]

leia o post