A catástrofe de julho

O futebol não é tudo. Nem só de circo vivemos. O povo quer progresso, paz e organização. Nossos jogos decisivos são as eleições. Para os brasileiros, os 7 x 1 foram uma catástrofe, igual a uma derrota definitiva na guerra. Nos acostumamos a ver na Seleção “a pátria de chuteiras” (Nelson Rodrigues). Mas o futebol […]

leia o post


Pilhagem do bem público

O governo faz tudo para impedir que as comissões parlamentares de inquérito não averiguem os ataques ao dinheiro público. As comissões são instrumentos de atuação parlamentar das minorias, aqui e alhures, onde regimes democráticos imperam sobranceiros e não menosprezados, amesquinhados, “avacalhados” por comissões “chapa branca”, como ocorre entre nós. Tornou-se um “mantra” do PT – […]

leia o post


O governo da anarquia

Em conferência em Salvador, Clóvis Torres, jovem e talentoso advogado, estampou uma citação da Ayn Rand: “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e […]

leia o post


Urge diminuir o Estado

Economias estatizadas sofrem de intromissão política, de ineficácia gerencial e de corrupção generalizada A Petrobras é uma sociedade anônima cotada nas bolsas de São Paulo e Nova Iorque, tendo por maior acionista a União Federal. Os desmandos políticos colocam em risco a sua saúde financeira e gerencial. Impõe-se pensar os limites do Estado na economia. […]

leia o post


Domínio dos fatos

A teoria vem sendo aplicada pelos juízes há séculos. Os mandantes de homicídios sempre foram condenados porque as vítimas eram desafetos. O nexo de causalidade era suposto por indícios. A mão criminosa era do pistoleiro, mas a vontade era do seu contratante. Nos EUA, crimes praticados por grupos organizados ou quadrilhas tinham os chefões mandantes […]

leia o post


Pág 17 de 1919 ...10111213141516171819