Sindicalismo de carona

Até agora, os candidatos e os programas novos não surgiram, mas surgirão Na tentativa de aglutinar o povo descontente, de carona nas manifestações de junho, sindicatos, estudantes ligados à União Nacional dos Estudantes (UNE), centrais sindicais, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e quejandos, todos cooptados pelos governos Lula-Dilma, foram às ruas do país […]

leia o post


Tipos de voto distrital

Precisamos inviabilizar o presidencialismo de coalização (28 partidos). Nele reside a desgraça política nacional. O voto distrital orienta-se por dois paradigmas: modelos alemão – certo que a Alemanha é um país federal, porém, muito centralizado – e inglês. A Inglaterra é um país relativamente pequeno, populoso e unitário, inexistindo estados, somente administração de municípios (condados). […]

leia o post


Engodo à vista

Os sistemas eleitorais e partidários são vários. Maurice Duverger tem sobre o assunto o melhor tratado. São 780 páginas em que o conhecimento teórico alia-se à observação prática do que ocorreu com estes sistemas onde quer que tenham sido praticados. Nele me escudo para combater o voto distrital misto. No Brasil, que é um país […]

leia o post


Planos de governo

Programa de governo de qualquer candidato é dever primário, sob três pontos de vista: o ético, o político e o partidário. Em querer polemizar com os cientistas políticos – quem sou eu –, penso que os programas de governo são imprescindíveis para a evolução da nossa democracia. Tem-se dito que para a maioria das pessoas […]

leia o post


A reforma política

Não duvido que cinco anos sejam suficientes e que os chefes de governo devem ser proibidos de fazer políticas eleitorais. Sem preconizar o excesso de reuniões temáticas com organizações civis, ONGs, movimentos ditos populares, nem condescender com referendos e plebiscitos, pondo em cena um povo ainda insuficientemente politizado, moralizado e civilizado, além de manipulável como […]

leia o post


Pág 6 de 6123456