Intervenção na Síria

Os Estados Unidos não são o juiz, a polícia e o sistema carcerário da humanidade. Quem lhes deu esse mandato? O Conselho de Segurança da ONU reflete o fim da 2ª Guerra Mundial. As potências vencedoras decidem juntas e cada uma exerce o poder do veto. São cinco: EUA, Rússia, China, França e Reino Unido. […]

leia o post


China e Brasil crescem

Cresci ouvindo a cantilena de que as relações de troca no comércio internacional eram assim: os subdesenvolvidos vendiam produtos primários e matérias-primas cada vez mais baratas e os desenvolvidos bens manufaturados e serviços de alto valor agregado, cada vez mais caros, daí a teoria da dependência gestada na Comissão Econômica para a América Latina e […]

leia o post


Morales e seu avião

Tenho para mim que Snowden tem toda razão. Ele desnudou a desfaçatez norte-americana Não morro de amores pela Bolívia de Evo Morales. Lembro-me do aparato militar, signo do poder, com o qual se apossou da refinaria da Petrobras, sem que Lula esboçasse um gesto sequer de desagrado, proclamando assim ao mundo a sua “soberania” sobre […]

leia o post


A nossa responsabilidade

Brasileiros têm a mania detestável de colocar a culpa de nossos males nos portugueses, o que não é verdade. Quem primeiro chegou ao Rio de Janeiro, fez amizade com os índios e fundou uma vila onde hoje é o bairro do Flamengo foram os franceses. Os portugueses e a gente de São Vicente, com os […]

leia o post


Acordo sino-japonês

O poder desloca-se para a Ásia. Uma jogada entre a China e o Japão acaba de acontecer, de largo alcance Antes da Segunda Guerra Mundial o crescimento do Japão era obstado no pacífico pelo imperialismo inglês (Índia, Birmânia, Ceilão), holandês (Indonésia), francês (Indochina) e demais potências europeias, inclusive Portugal (Goa, Gamão, Diu, Macau). A China […]

leia o post


Pág 5 de 71234567