A gravidade das reformas

Assim como a guerra é importante demais para ficar nas mãos dos marechais, a tributação também o é para ficar exclusivamente nas mãos de congressistas. Tomam corpo no Congresso duas tendências políticas inaceitáveis: a lista fechada e o voto distrital misto, este impossível de ser implantado no Brasil, por várias razões (ver www.blogdosacha.com.br). A propósito, […]

leia o post


De mal a pior

O problema do Brasil não é falta de recursos, mas de desperdício e de centralização do Estado, claramente hipertrofiado. Uma rede de TV exibiu há dias um retrato nacional do sistema público de saúde desolador, revoltante, em nada patível com o país – o Sistema Único de Saúde (SUS) –, que envolve a União, estados […]

leia o post


Bombas-relógio

A presidente Dilma Rousseff corre sérios riscos econômicos com reflexos políticos danosos para ela e seu governo, o que não satisfaz a ninguém, seja da situação seja da oposição, que somos todos interessados na sanidade do país. A primeira bomba-relógio é a da indexação oficial dos contratos, os administrados (luz, telefone, planos de saúde, mensalidades […]

leia o post


Política externa

Nos EUA, o governo não tem uma empresa sequer. O Brasil continua atolado no estatismo mais ineficiente do planeta. O Brasil tem na Constituição diretrizes de política internacional, o que não ocorre com outras nações, notadamente os Estados Unidos, a terem, assim, muito mais liberdade em defesa dos seus interesses nacionais. Se os EUA são […]

leia o post


STF ficha-limpa

É cediço que nenhuma lei tributária produza efeitos imediatamente, no mesmo ano de sua promulgação. O Congresso Nacional editou a Lei 9.868/99, no intuito de preservar o princípio da não surpresa, seja do réu, do contribuinte, do eleitor, do candidato, dos partidos, dos justiçáveis em geral. A questão de fundo era a seguinte: quando o […]

leia o post


Pág 35 de 3737 ...1020...28293031323334353637