O destino do PT

PT, assim como o getulismo (Petrobras, CSN, CLT, cabotagem), cumpriu um papel importante no Brasil com políticas de inclusão, conferindo voz e vez às classes secularmente pobres e que, por força de nossa formação histórica, estavam esquecidas (negros, mulatos e índios mestiçados), ignoradas e exploradas pelas elites políticas dominantes. As classes C, D e E […]

leia o post


Questão importante

Veja-se a prática católica de malhar o Judas no sábado de aleluia, porque ele, um zelote, delatou Jesus a seus algozes e à morte. Nesse caso, Judas é coautor da maior mística religiosa do mundo. Preciso dizer, para fazer-me entender, ser o cronista imparcial. Não há quem duvide ser nefasto partido ou agremiação xenófoba, racista […]

leia o post


Um país estranho

A pretensão do fisco de cobrar tributos sobre os lucros de controladas e coligadas no exterior da Vale ou de qualquer empresa não é cabível, como dirá o STF. Somos uma federação de estados membros, nos quais se situam municípios, cerca de 5,6 mil. Os estados são 27. Todos juntos formam a União federal. São […]

leia o post


Transparência e memória

Os nazistas alemães já diziam que uma mentira repetida milhares de vezes tornava-se verdade na mente do povo. Vou tratar do mensalão, rememorá-lo de propósito. Para impulsionar o julgamento do caso, o ministro Joaquim Barbosa liberou o seu relatório, e posso adiantar que a coisa é séria. Contudo – com a atoarda da CPI do […]

leia o post


A ganância dos bancos

Concedo que há muito preconceito no Brasil. A palavra diz tudo: pré-conceito. Antes de haver racionalidade conceitual, por uma marca emocional ou outra, por pura idiossincrasia, surge o preconceito. Há preconceito quanto a judeus (todo tipo de estereótipo vem a calhar). Vem de longe, dos jesuítas e da cultura católica. Há preconceito contra pobres, maçons, […]

leia o post


Privatizações e concessões

Conceder é ruim, pois o governo concedente pode influenciar a gestão, com a ameaça de não renovar a entrega do serviço feita legalmente. Privatizar é transformar empresas estatais ou de economia mista em empresas privadas, sem controle governamental. Concessão é entregar aos particulares atividades econômicas que por força exclusiva do regime legal deveriam ser feitas […]

leia o post


Dilma está certa

Nem a taxa de inadimplência, nem os depósitos compulsórios, nem a tributação, até porque ela é repassada, justificam os juros extorsivos da banca. FHC e Lula não a enfrentaram. O primeiro porque se ocupou de torná-la viável (Proer); o segundo porque avesso a confrontá-la. O único país a tolerar a usura dos bancos (anatocismo), disse-o […]

leia o post


Jornalismo tendencioso

Assim como na invasão do Iraque, a atual campanha para pintar o Irã como país desalmado oculta interesses econômicos e geopolíticos. Como o juiz, o jornalista deveria buscar com afinco a imparcialidade, a isenção e a racionalidade. Nem sempre ocorre. Pelo contrário. Dois temas recorrentes estão agora mesmo sendo martelados pelas mídias. Os objetivos – […]

leia o post


Jornalismo e o PIB

As artes cênicas e gráficas se fazem presentes desde os tempos primevos, há pelo menos uns 40 mil anos, conforme atestam os desenhos de bichos, danças, caças e as inscrições em pedra ou barro. A literatura suméria data de 6 mil anos (escrita cuneiforme). A comunicação oral é muito mais antiga e a gestual mais […]

leia o post


Contra o protecionismo

A abertura do mercado impulsionou as multinacionais automobilísticas aqui instaladas a melhorar toda a cadeia automotiva. O amigo Paulo Skaf, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), bem diagnosticou o círculo vicioso que envolve as virtualidades econômicas do Brasil: “Câmbio valorizado, juros altos, o altíssimo spread bancário, invasão de produtos importados, incentivos […]

leia o post


Pág 46 de 5656 ...102030...42434445464748495051...56